Folha Ribeirão Pires

 03/02/2017 - Saúde


ABC tem dois casos confirmados de febre amarela e uma suspeita na Estância


Outro caso suspeito tem exames sendo analisados na cidade de São Bernardo do Campo

Mapa aponta áreas de risco com recomendação de vacina em destaqueO pior surto de febre amarela da história do Brasil chegou ao ABC. A doença, que mata uma a cada cinco pessoas teve dois casos confirmados na cidade de Diadema. Ribeirão Pires e São Bernardo do Campo aguardam exames de pacientes com suspeita da doença. De acordo com informações, todos os casos foram identificados em vítimas que viajaram para cidades em área de risco.
 
Na cidade de Diadema, os casos foram identificados em uma criança de 11 anos e um senhor de 60 anos. Ambos haviam viajado para o estado de Minas Gerais. Em ambos os casos foi confirmada a febre.
 
A cidade de São Bernardo do Campo vem tratando um caso de um paciente que não reside no município. O rapaz permaneceu internado por seis dias até receber alta, porém, o resultado de exame específico, que deve confirmar ou não o diagnóstico de febre amarela, ainda não ficou pronto.
 
A Administração Municipal de Ribeirão Pires informou que a cidade também conta com um caso suspeito. O paciente teria visitado os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Mato Grosso, mas, já recebeu alta.
 
As demais cidades da região afirmaram não ter identificado nenhum caso até o momento.
 
Vale lembrar que nenhum dos casos já identificados foi contraído na região.
 
Médicos alertam que não é necessário tomar a vacina caso não vá se expor ao vírus - viajar para áreas de risco. Todas as cidades da região disponibilizam a vacina contra a doença.
 
Em todo o país, segundo o último balanço do Ministério da Saúde, divulgado no dia 30, foram contabilizadas 46 mortes por febre amarela, seis delas somente no estado de São Paulo, e 568 casos suspeitos. Deste total, 107 foram confirmados, 430 ainda estão sob investigação e 31 foram descartados.
 
A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa. É transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus da febre amarela.
 
Os sintomas iniciais incluem febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. 
 
A febre amarela pode levar à morte em cerca de uma semana, se não for tratada rapidamente.