Folha de Ribeirão Pires


08/03/2019 12:24 - Cidade

Rio Grande entrega três ambulâncias e duas vans para transporte de pacientes

Gabriel Maranhão e professora Marilza destacam que carros irão atender a demanda de socorro e remoção da cidade

Cinco dos seis carros adquiridos pela Prefeitura de Rio Grande da Serra / Fotos: DivulgaçãoO prefeito Gabriel Maranhão (sem partido) e a vice-prefeita e secretária de Saúde professora Marilza (PSD) entregaram para população de Rio Grande da Serra seis veículos que serão utilizados para atender o setor de saúde municipal. São três ambulâncias, duas vans para transporte e um carro de pequeno porte.
 
Para o prefeito Gabriel Maranhão será um reforço importante na qualidade do serviço. 
 
"Estamos entregando as ambulâncias e as vans para dar ao povo da nossa cidade mais Prefeito Maranhão, a vice professora Marilza e vereadores durante a entrega / Fotos: Divulgaçãoqualidade no serviço de socorro e no transporte dos pacientes. Com esses veículos novos poderemos atender melhor e com mais conforto os nossos munícipes", disse o prefeito.
 
De acordo com Marilza, os veículos já foram colocados à disposição dos moradores de Rio Grande da Serra. "Desde que assumi a Secretaria de Saúde coloquei como meta melhorar o atendimento e os serviços oferecidos à população, com a chegada das ambulâncias e das vans teremos à disposição unidades novas para atender mais rapidamente os chamados e com qualidade", afirmou a secretária de saúde.
 
Há pouco tempo a frente da secretaria, Marilza iniciou uma série de mudanças no setor, como reformas em UBSs, mutirão de limpeza nas unidades e cursos de capacitação para funcionários.
 
“Temos que oferecer um serviço de qualidade, é isso que estamos ofertando à população da nossa cidade. Como gestora não poderia dar uma saúde de qualidade sem ter os nossos colaboradores capacitados, sem o serviço de ambulância e as unidades funcionando corretamente. Esse é só o início do trabalho”, finalizou a secretária.


Em RP, estão sucateadas 


Faltam peças e pagamentos para que as viaturas voltem a rodarDas sete ambulâncias de Ribeirão Pires, quatro estão quebradas, uma à disposição da Defesa Civil e apenas duas em funcionamento de forma precária. A informação foi dada à Folha por servidores da Saúde da Estância e confirmada pelo vereador Rubens Fernandes, o Rubão (PSD). 
 
Segundo funcionários da Saúde, as quatro ambulâncias estão paradas dentro de uma oficina na divisa com Suzano por falta de peças de reposição e pagamentos atrasados. Como prova do que está sendo dito, enviaram fotos de três delas, aguardando manutenção. 
 
“Eles (Prefeitura) não pagam a oficina, não pagam as lojas de peças, enquanto isso ficamos sem ambulâncias para atender a população”, disse um dos denunciantes que pediu anonimato. 
 
A fala do servidor é ratificada pelo vereador Rubão, em um vídeo e durante discurso em Tribuna o parlamentar denunciou a falta de viaturas.
 
“Venho aqui falar sobre a incompetência da Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires. Cadê a ambulância para socorrer a população de Ribeirão Pires? Não tem!”, disse o vereador.
 
A denúncia feita pelos funcionários dá conta de que as duas ambulâncias em funcionamento também estão com problemas, uma sem sirene e a outra, UTI, com equipamentos deficitários.
 
Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Ribeirão Pires não se posicionou sobre o assunto.
 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24