Folha de Ribeirão Pires


30/11/2018 10:01 - Política

Rio Grande e São Caetano estão fora do Consórcio

Diadema foi o primeiro município a se desfilar da organização

Maranhão diz que entidade perdeu o cunho da regionalidade dos trabalhosOs municípios de Rio Grande da Serra e São Caetano do Sul deixaram o Consórcio Intermunicipal Grande ABC. Os ofícios de desfiliação foram protocolados na última quarta-feira. A primeira cidade a sair do grupo foi a de Diadema. 
 
A saída dos dois municípios já era esperada. São Caetano teve autorização aprovada pela Câmara de Vereadores no mês de abril, em Rio Grande a autorização foi dada em junho.
 
“Questões importantes para a região estão sendo deixadas de lado. Eles (Consórcio) não prestam contas de suas ações, não respondem aos nossos questionamentos”, pontuou o vereador riograndense, Claurício Bento (DEM) à época da aprovação do projeto de autorização de saída.
 
Em mensagem enviada pelo prefeito Gabriel Maranhão (sem partido) à diretoria da entidade, duas justificativas chamam a atenção.
 
A primeira pontua o alto custo de manutenção da entidade, o que estaria trazendo prejuízos para serviços básicos. O segundo ponto apontado pelo mandatário é a falta de articulação e projetos regionais da atual Administração, inviabilizando a permanência no colegiado.
 
“Considerando que a atual gestão deixou de cumprir com o princípio do Consórcio, que é a regionalização das ações a serem desenvolvidas, bem como a inexistência de perspectiva futura de reversão do quadro atual”, diz um dos trechos o ofício protocolado. 
 
Em suas justificativas o prefeito pontuou ainda o lado produtivo da entidade regional, reconhecendo que no passado, Rio Grande da Serra teve importantes ganhos através das ações regionais. Entre as conquistas listadas está a Upa 24 horas, as obras de mobilidade urbana e a implantação do Programa Mais Médicos, vigente até poucos dias.
 
A Folha não conseguiu contato com a Prefeitura de São Caetano do Sul.
 
Com as saídas, a entidade regional perde mais força, agora fica composto apenas por quatro cidades, Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Bernardo do Campo, contudo, outras baixas podem ocorrer nos próximos meses, entre os municípios que podem seguir o mesmo caminho está Mauá e Santo André, o que levaria ao fechamento do equipamento de fomento político e de desenvolvimento criado na década de 90 pelo então prefeito de Santo André, Celso Daniel.
 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24