Folha de Ribeirão Pires


23/01/2018 09:47 - Política

Ribeirão Pires fecha Museu Ferroviário

Acervo com mais de 500 peças e fotos ficarão armazenados na cidade de Mauá

Rubens e Adilson retiram acervo do espaço por ordem da PrefeituraRibeirão Pires começa o mês de janeiro fechando equipamento público. Por determinação do prefeito Kiko Teixeira (PSB), o Museu Ferroviário, inaugurado em março de 2016, fechou as portas. O espaço era mantido por uma OSCIP e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias do Estado de São Paulo.
 
A decisão do mandatário da Estância em fechar o espaço, que funcionava em um prédio histórico ao lado do terminal rodoviário pegou todos de surpresa. No início do ano, servidores da Prefeitura comunicaram que o espaço não seria mais administrado pela entidade e que o Governo retomaria a gestão do Museu, contudo, o acervo é de tutela do sindicato, que recebeu a ordem de retirar todos os itens do espaço.
 
“Lamentamos a decisão do Governo, simplesmente chegaram e determinaram a nossa saída, avisando que o Museu seria fechado”, disse Adilson Alcântara da Silva, mantenedor do espaço.
 
Sem diálogo com a Municipalidade, as mais de 500 peças e fotos que contam a História da Ferrovia na região e dos trabalhadores da época, foram encaixotados e lavados para sede do sindicato em Mauá.
 
Desde que foi aberto, em 30 de abril de 2016, o espaço recebeu mais de 10 mil visitantes, em sua maioria estudantes e parentes de ferroviários
 
A Prefeitura informou que está prevista a reabertura do Museu em 30 de abril. Salienta que o Museu Histórico Municipal possui um pequeno acervo ferroviário, que deverá substituir as peças dispensadas pela Administração.

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24