Folha de Ribeirão Pires


13/03/2018 10:06 - Cidade

Restos mortais desaparecem após exumação no Cemitério São José

Prefeitura exumou corpo antes da data prevista e não sabe informar em qual urna estariam restos mortais que foram colocados no ossário geral

Rosangela Ávila mostra o documento da transferência dos restos mortaisA Prefeitura de Ribeirão Pires ainda não localizou os restos mortais de uma senhora que foi exumada antes da data prevista e os ossos enviados para o ossário central, sem qualquer identificação. A denúncia é da filha Rosangela Ávila da Silva Montanini. 
 
Segundo a denunciante, a exumação estava marcada para o dia 6 de março, contudo sem qualquer aviso prévio, a administração do Cemitério São José, ordenou a retirada dos ossos da cova no mês passado, mesmo a família tendo feito em 11 de janeiro, três dias antes de completar o prazo de cinco anos para o procedimento, pedido formal para levar os ossos da mãe para um  jazigo em cemitério a cidade de Suzano. 
 
“Informaram para nós que retiraram os ossos no dia 9 de fevereiro e tinham jogado (os restos mortais) no ossário. Uma falta de respeito, já que tínhamos agendada a transferência (dos ossos) para outro cemitério”, disse a filha. 
 
Ainda segundo Rosangela, um funcionário se comprometeu a procurar no ossário o saco em que estariam os ossos e restos de roupas da mãe, contudo, nada foi localizado. 
 
A Folha esteve no Cemitério e foi informada que os corpos exumados são colocados em sacos pretos e levados para o ossário, sem qualquer identificação. 
 
“Ali tem um monte de sacos, nunca mais vão saber de quem é, só se fizerem exames de DNA”, disse um funcionário. 
 
A família acionou a Justiça para que a Prefeitura de Ribeirão Pires seja responsabilizada. 
 
Procurado pela reportagem o Paço não se pronunciou. 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24