Folha de Ribeirão Pires


11/08/2017 10:08 - Polícia

Polícia Militar de Ribeirão Pires flagra desmanche ilegal e prende envolvidos

Local para ação criminosa acontecia em uma chácara na região de Ouro Fino Paulista

Peças eram retiradas dos veículos e amontoadas em parte do terrenoBloqueador de sinais impedia que veículos fossem rastreadosOs policiais militares de Ribeirão Pires, cabo Nunes e soldado Bueno, realizavam patrulhamento de rotina pela região de Ouro Fino Paulista quando ouviram, próximo a malha ferroviária, um forte barulho de metal sendo cortado. Na rua Marginal, encontraram em uma chácara, homens cortando pedaços de carros com ferramentas grandes e observaram a ação criminosa.
 
Foi possível ver que os homens desmontavam o automóvel e amontoavam suas peças em um canto da chácara.
 
Inicialmente somente dois homens foram encontrados no local e detidos pelos policiais. Questionados, informaram que  haviam alugado a chácara há cerca de um mês para que veículos fossem cortados e as peças fossem vendidas, mas que desconheciam os proprietários.
 
Após cerca de 40 minutos, um terceiro homem chegou ao local, informando ser o locador do imóvel e que estaria buscando a quantia de R$ 2.000,00 referente ao aluguel do mês de agosto. 
 
De acordo com ele, apesar de ter alugado o imóvel, não tinha conhecimento de que o local estaria sendo utilizado para desmanche de autos.
 
O veículo desmontado foi identificado como uma Ford Ranger, furtada  na cidade de São Bernardo do Campo no dia anterior, na região da Pauliceia. O furto foi registrado no 5º DP de São Bernardo do Campo.
 
No local, o proprietário contou  à reportagem da Folha que havia deixado seu veículo estacionado para trabalhar e quando, por volta das 10h50, saía para almoço, constatou que havia sido vítima de um furto.
 
Além da Ranger, no desmanche foram encontrados materiais em um furgão refrigerado cortado de um Hyundai HR, sem dispositivos de identificação.
 
A Polícia ainda encontrou um bloqueador de sinais, que impedia que veículos fossem rastreados.
 
O caso foi registrado como receptação e a Polícia Civil deverá investigar o caso.
 
Os três envolvidos, todos moradores da cidade de Santo André, foram presos em flagrante e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Mauá. Os três envolvidos possuem extensa lista de antecedentes criminais também por crimes de receptação.
 
Todos os materiais foram apreendidos e encaminhados para perícia.

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24