Folha de Ribeirão Pires


11/09/2018 10:10 - Folha nos Bairros

Jardim Mirante: “dono” de um dos pontos turísticos mais conhecidos

Desde 1942, a Capela de Santo Antônio se faz presente na vida dos moradores do bairro

A igreja é a principal referência do Jardim MiranteO Jardim Mirante, localizado a pouco mais de dois quilômetros da região central da Estância, é o protagonista desta terça-feira no Folha nos Bairros. O bairro abriga um dos principais pontos turísticos de Ribeirão Pires, o Mirante Santo Antônio – dono de uma das mais belas vistas da cidade.
O que muitos não sabem é que antes de pertencer ao Jardim Mirante, a capela ficava em um morro que ocupava toda área conhecida, hoje, como centro novo. 
Segundo o livro “Reminiscências: Ribeirão Pires que vi e vivi”, de Américo Del Corto, a singela igreja teria sido construída naquele morro em virtude de uma promessa de um senhor, que ao ver sua criação de gado ser assolada por uma doença decidiu recorrer à Santo Antônio.
Na década de 1940, o redor da capela ficava lotado para as comemorações tradicionais de Santo Antônio, no mês de junho.  As festas aconteciam aos sábados e domingos, e eram organizadas pelos “carregadores”, um grupo de homens responsáveis por carregar os vagões ferroviários com materiais que saíam da cidade.  
As festas foram realizadas no morro durante alguns anos, mas devido a uma intriga entre os carregadores e o dono do terreno, que proibiu o acesso do grupo ao local, foram interrompidas. 
Indignados com a decisão, os homens decidiram procurar um novo local para erguer a capela e dar continuidade aos ritos religiosos e as festividades.
O novo local escolhido foi um morro existente na Avenida Humberto de Campos. As obras tiveram início no dia 13 de junho de 1942, com tamanha disposição e rapidez do grupo de carregadores. A torre da capela foi concluída apenas em 1950.
 
Deslizamento do morro 
Em janeiro de 2011, Ribeirão Pires sofreu com as intensas chuvas de verão, que deixaram a cidade em estado de alerta. O Morro Santo Antônio foi um dos locais que mais sofreram danos em decorrência da chuva.
 Um deslizamento de terra, próximo à escada que leva ao topo do Mirante, fez com que a Avenida Humberto de Campos ficasse interditada por tempo indeterminado. Apenas um ano depois do ocorrido  as obras de contenção foram iniciadas.
Via Crucis
Em março deste ano foi inaugurada a Via Crucis na escadaria do Mirante Santo Antônio – um pedido antigo das comunidades católicas locais. Desde 1998, religiosos trabalhavam para colocar o projeto em prática. Após muitos anos sem o apoio do Poder Público, a ideia foi retomada entre os anos de 2007 e 2012. A artista Silvana Regina da Luz Zampol, da escola Arte Expoente, foi a responsável pela confecção das 15 peças em mosaicos que retratam o caminho percorrido por Jesus Cristo, desde o Pretório até o Calvário.  O Mirante Santo Antônio também recebeu serviços de limpeza e capinação, além de reposição de vegetação em torno da capela.Mosaico feito para a Via Crucis








 




A opinião dos moradores

Robson Bressani - 38 anos  (Morador do Jardim Mirante há 38 anos)Robson Bressani - 38 anos (Morador do Jardim Mirante há 38 anos)
 
“A principal necessidade do bairro hoje é a iluminação. Há muitas lâmpadas que não funcionam, algumas até quebradas. Ninguém faz a manutenção”, afirma o morador.
“A limpeza do bairro está em dia, manutenção das vias também. A segurança também é um ponto positivo aqui do Jardim Mirante”, finaliza Bressani.


 
Francisco Jorge - 44 anosFrancisco Jorge - 44 anos
(Morador do Jardim Mirante há 26 anos)
 
“Aqui é um bairro tranquilo, mas seria bom ver mais viaturas passando para dar mais segurança aos moradores”, diz.
“O parque do bairro foi construído por um morador no ano passado, mas hoje o terreno está à venda. A Prefeitura deveria utilizar esses espaços e construir um parque público para as crianças”, conclui Jorge.

Anísio Carlos Rocha - 62 anosAnísio Carlos Rocha - 62 anos
(Morador do Jardim Mirante há 25 anos)
 
“As vielas do bairro estão abandonadas. Falta iluminação e limpeza. Quando precisa, os moradores se organizam para limpar. Uma vez ou outra, a Prefeitura realiza a limpeza, mas na maioria das vezes somos nós que fazemos”, conta o morador.
“Nós não temos serviços de saúde no bairro, quando precisamos temos que ir até a Vila Sueli para sermos atendidos”, finaliza Rocha. 


Os personagens do bairro

Júlio César Cândido Júlio César Cândido – 47 anos
(Responsável pela vigilância da Capela)
Júlio César é Guarda Civil Municipal da cidade de Ribeirão Pires há 21 anos. Desde o início deste ano, ele é responsável pela segurança de um dos pontos turísticos mais conhecidos da Estância – O Mirante Santo Antônio.  
A oportunidade surgiu por conta da necessidade do local, que vinha sendo alvo de constantes atos de vandalismo, além de servir como ponto de consumo de drogas. Segundo Cândido, os primeiros meses foram complicados, pois alguns indivíduos ainda frequentavam o lugar para praticar tais delitos, mas atualmente a situação é completamente outra.  
 Júlio César também é responsável pela troca da bandeira do Brasil, que trêmula em um dos pontos mais altos da cidade. De acordo com ele, essa troca é realizada, no mínimo, quatro vezes ao ano.  “Já faz muitos anos que eu realizo a troca da bandeira, já fazia antes mesmo de ser o responsável pelo monitoramento do ponto turístico”, finaliza o guarda.

Danilo de Almeida LopesDanilo de Almeida Lopes – 27 anos
(Comerciante no Jardim Mirante há 10 anos)
Proprietário da Frutaria Mirante, localizada no início da Avenida Rotary, Danilo de Almeida Lopes conta que o negócio começou de uma maneira simples.  Tudo começou em 2008, quando ele pegava o caminhão e saía de São Mateus, onde seu pai possuía uma barraca de frutas, em direção a Ribeirão Pires. No início, ele fazia esse trajeto apenas aos sábados, mas com o tempo foi aumentando a frequência e quando percebeu já estava vindo todos os dias.
Com o tempo, seu pai decidiu desativar a barraca em São Mateus e focar nas vendas aqui na Estância.  Mesmo com as várias exigências feitas pela Prefeitura da cidade, Danilo foi em busca da regularização do negócio, conseguiu alugar o terreno e construir a barraca.
Atualmente, a Frutaria Mirante conta com mais de 50 tipos de frutas, além de legumes, verduras, carvão, churrasqueiras e gelo. 
 
 

 

Filtre matérias de Folha nos Bairros em:

  • Ribeirão Pires
  • Rio Grande da Serra
  • +21
    +22°
    +16°
    Ribeirao Pires
    Terça-Feira, 24