Folha de Ribeirão Pires


06/11/2018 10:12 - Política

Incentivos a postos de gasolina praticado por Kiko Teixeira vai além da estratégia de Governo

Prefeito da Estância beneficia diretamente segmento ligado a família do vice-prefeito Gabriel Roncon

Gabriel Roncon administra Ribeirão Pires ao lado de Kiko TeixeiraDesde que assumiu o Governo, o prefeito Kiko Teixeira (PSB) propaga a necessidade de aquecer o comércio local, gerando renda e contribuindo para o desenvolvimento de Ribeirão Pires mas, até o momento, pouco se viu. 
 
Entretanto, um segmento recebe atenção especial do Executivo, os postos de gasolina, em dois anos de mandato, receberam incentivo substancial para o fomento nas vendas, que só não é maior, devido ato da Câmara que  barrou a comercialização de bebidas nesses estabelecimentos.
 
A benevolência de Kiko pode estar indo além do critério técnico, enveredando para ações protecionistas, familiares do vice-prefeito, Gabriel Roncon (PTB), são proprietários de postos em Ribeirão Pires.
 
Para atender as demandas dos postos, Kiko promoveu pelo menos duas grandes ações. 
 
A primeira, mudando a forma de abastecimento dos carros oficiais, antes, através de licitação e, por impedimento legal, vetando a participação de familiares do vice. Para driblar o fato, a Prefeitura contratou por R$ 1 milhão a empresa Trivale Administração, para gerenciar o abastecimento dos veículos através de cartão, liberando o abastecimento nos postos credenciados pela empresa.
No portal da Trivale, consta o credenciamento de postos ligados a família Roncon. 
 
A segunda ação posta por Kiko ocorreu neste mês, quando pediu à Câmara a revogação do artigo 4º de uma lei em vigor desde 2009 na Estância, proibindo  que lojas de conveniência em postos comercializassem bebidas alcoólicas. O prefeito pretendia liberar o comércio, mas foi barrado pelos vereadores. Apenas João Lessa (PSDB) se colocou favorável e, ao final da votação, se absteve do voto.
 
“Se o empresário de postos quiser abrir uma Adega, que comprem o terreno ao lado (do posto). Posto de gasolina é para combustível”, defendeu Amaury Dias (PV).
 
No contraponto veio João Lessa: “Vender não é usar. A Lei proíbe beber no local”. 
 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24