Folha de Ribeirão Pires


19/07/2013 09:26 - Política

Entrevista da Quinzena Carlos Grana

A entrevista da quinzena é com o prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), que fala sobre o Festival de Inverno de Paranapiacaba e as melhorias no transporte público do Grande ABC.
 
Folha: Prefeito, vamos iniciar a entrevista falando sobre o Festival de Inverno de Paranapiacaba. Qual a importância econômica e social do Festival para os moradores e comerciantes do distrito?
Carlos Grana: O Festival de Inverno é o principal evento do calendário de atividades da Vila. Ele traz praticamente metade dos cerca de 200 mil visitantes que a Vila recebe a cada ano. Para os moradores e os empreendedores locais ele é de fundamental importância no que diz respeito à geração de renda. Por isto, neste ano, a nossa Administração está investindo para resgatar sua importância.
 
Folha: O senhor acredita que Paranapiacaba pode receber outros eventos culturais ou ligados ao Meio Ambiente, ou ainda usufruir de um possível retorno da linha turística que liga a Capital a cidade de Santos? Aliás, o senhor pretende intervir para agilizar o início das operações dessa linha, ou acredita que o trem turístico não trará ganhos para o distrito?
Carlos Grana: Como disse, no nosso governo vamos resgatar a importância da Vila, inclusive com novos eventos, como o Carnaval e o Festival do Cambuci, que em sua 10ª edição foi estendida para toda Santo André. Com relação ao Meio Ambiente, lembro que a Vila conta com o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba, que completou 10 anos no mês passado. Para valorizar esta unidade de conservação, que abriga as nascentes do rio Grande o principal da represa Billings, pretendemos adotar algumas medidas como implementar o seu plano de manejo, e inserí-lo no Cadastro Nacional de Unidades de Conservação do Sistema Nacional de Unidade de Conservação, o que gerará um maior conhecimento desta área de proteção em nível nacional.
 
Folha: Quais os projetos mais importantes da sua gestão para o Distrito de Paranapiacaba?
 Carlos Grana: Nossos planos de resgatar Paranapiacaba ganharam um grande reforço logo no início de nosso governo. No final de janeiro, em viagem a Brasília, fomos informados de que Santo André, por conta da Vila, fora incluída na lista das 44 cidades consideradas patrimônio histórico e que poderiam concorrer aos recursos de R$ 1 bilhão destinado pelo Governo Federal para o restauro de seu patrimônio. Os técnicos da Prefeitura prepararam os projetos, que foram apresentados pelo secretário Ricardo Di Giorgio aos técnicos do Iphan em Brasília no início de março. No momento aguardamos a divulgação dos recursos que serão destinados ao restauro da Vila. Com estes projetos pretendemos resgatar a importância da vila ferroviária de Santo André. Para que tenham idéia, com estes projetos poderemos restaurar quase toda a Parte Baixa da Vila, que é de propriedade da Prefeitura de Santo André.
 
Folha: Como o senhor avalia os anúncios de novos investimentos no transporte de massa na região do Grande ABC, especialmente o Metrô e o Expresso ABC?
 
Carlos Grana: A Administração conta com um planejamento estratégico para proporcionar agilidade e melhorar a mobilidade urbana e o transporte público municipal. Além do Bilhete Único - em operação desde o dia 10 de junho -, serão disponibilizados à população 70 novos ônibus com acessibilidade, que fortalecerão a operação, desafogando o trânsito a partir da descentralização das integrações na região central, da criação de 13 novos corredores de ônibus e de intervenções para otimizar o fluxo de veículos e de pedestres.
A modernização do transporte público andreense incluirá mais de 70 novos ônibus adaptados em circulação, monitoramento de 100% da frota, melhorias nos pontos de ônibus, criação de corredores exclusivos, readequação de linhas, entre outros benefícios. No dia 4 de julho, no Palácio dos Bandeirantes, participei do lançamento da consulta pública para o edital da PPP (Parceria Público-Privada), que prevê a construção da Linha 18-Bronze. O monotrilho interligará o Grande ABC à Capital paulista, ligando as estações Tamanduateí, na zona leste de São Paulo, e a futura Djalma Dutra, em São Bernardo do Campo. Temos de destacar que se trata de uma obra de altíssimo impacto para a melhoria dos projetos de mobilidade urbana de toda a região. 


Perfil do Entrevistado

Carlos Alberto Grana, nasceu em 01 de janeiro de 1966 em São Bernardo do Campo, é casado com Fátima Grana, iniciou sua militância política aos 14 anos, na Pastoral da Juventude. Mais tarde se tornou ferramenteiro pelo Senai e foi dirigente sindical e da direção nacional da CUT, quando representou os trabalhadores nos conselhos deliberativos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) e da Marinha Mercante do Brasil. Em Santo André, além de sindicalista, participou da criação do Fórum da Cidadania, da Câmara Regional e da Agência de Desenvolvimento Econômico. Em 2010, foi eleito deputado estadual com mais de 127 mil votos, e agora, exerce a função de prefeito de Santo André.
 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24