Folha de Ribeirão Pires


10/11/2017 10:10 - Editorial

É preciso se acostumar com a transparência

São novos tempos, com o crescimento da rede social e a facilidade de acesso a Internet, grande parte da população passou a ter contato mais rápido à informação. Fora de estabelecer parâmetros quanto a veracidade dos fatos ou da confiabilidade das informações publicadas, uma coisa é certa, fez agora, daqui cinco minutos está tudo na rede.
 
A agilidade com que a informação é transmitida não é a mesma que os órgãos governamentais promovem na transparência de suas ações.
 
Em Rio Grande da Serra, a polêmica envolvendo a retirada de famílias de suas casas no bairro da Pedreira, levou erroneamente, a população formar posição difamatória ao governo do prefeito Gabriel Maranhão. O escrito e o transmitido ao vivo levaram a opinião pública acreditar que famílias inteiras estavam sendo retiradas a força e deixadas ao relento. O que não é bem a verdade.
 
E Ribeirão Pires, a cidade onde as informações aparecem e desaparecem sem que muitas explicações sejam dadas. O governo do prefeito Kiko Teixeira não se preocupa em demonstrar transparência em suas ações, questionamentos de populares e órgãos de imprensa são deixados de lado, no fundo da gaveta, como se o trato com a questão pública não devesse seguir e linha do acesso a informação.
 
Ontem, o que se viu na Câmara de Vereadores foi o reflexo de um governo fraco e insensível aos anseios do povo. Parlamentares e base aliada pedindo a “cabeça” de secretário, reclamando de serviços não executados e promessas não cumpridas.
 
Os responsáveis por dar transparência as questões públicas precisam ficar mais atentos e ágeis, não deixando questões importantes sem esclarecimento, caso o contrário, irão sofrer as consequências de serem enxovalhados nas redes de comunicação social.
 
Se é que isso importa!

Filtre matérias de Editorial em:

  • Ribeirão Pires
  • Rio Grande da Serra
  • São Paulo
  • Mauá
  • +21
    +22°
    +16°
    Ribeirao Pires
    Terça-Feira, 24