Folha de Ribeirão Pires


09/10/2018 10:20 - Política

De olho em 2020, políticos testam os seus nomes em candidaturas a deputado

Em Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires, políticos tradicionais e novatos testaram a popularidade nas urnas no último domingo

O número de votantes nas cidades de Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires praticamente inviabiliza candidaturas vencedoras à Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa, contudo, é comum ver políticos se lançando ao pleito como forma de testar o nome para as Eleições Municipais.
 
Em Rio Grande da Serra, o vereador Jhol Jhol (PSD) totalizou 1.305 votos, sendo 1.035 na cidade onde atua no Legislativo; não conseguiu se eleger deputado estadual. Ademir Clemente (SD), também buscou uma cadeira na Assembleia, obteve 292 votos em Rio Grande e totalizou 1.464 no Estado de São Paulo.
 
Para Câmara Federal concorreram Dayana Franco (MDB) com 1.287 votos na cidade e 1.972 no total e, Cleson Alves (AV) com 900 votos em Rio Grande e 1.237 no total. 
 
Em Ribeirão Pires quatro foram os postulantes a Assembleia Legislativa. Marli Silva (PDT) teve no Estado de SP 6.828 votos, sendo 3.881 na Estância. Polita Teixeira (PHS) conquistou 654 votos na cidade e 1.187 no total. Gunther (AV) viu depositado na urna 1.229 sufrágios, desses, 291 na Estância. Jefferson Torres (PTC) conquistou 207 votos no município e 300 votos ao todo.
 
Para o cargo de Deputado Federal, Lair Moura (PMB) foi a mais votada com 4.582 na Estância de um total de 9.362 votos.
Jefferson Amaral (PRB) teve 721 em Ribeirão e totalizou 2.374 votos. Já Sargento Alan (AV) encerrou a disputa com 7.721 votos, sendo 1.814 em Ribeirão Pires.
 
Nenhum dos candidatos foi eleito.
 

+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24