Folha Ribeirão Pires - A verdade não sai cara - A verdade não sai cara

Folha de Ribeirão Pires


15/05/2018 09:49 - Editorial

A verdade não sai cara

A Prefeitura de Ribeirão Pires está na berlinda. Na última sexta-feira, após reportagem da Folha que trazia a proibição da realização de partos em mulheres de Rio Grande da Serra, o Governo do prefeito Kiko Teixeira (PSB) publicou nota informando que tentou trazer para o Hospital São Lucas a referência de partos da cidade vizinha, contudo, o município de Mauá não teria aceitado a proposta.
 
A Nota da Prefeitura da Estância tenta passar para população a falsa informação de que a reportagem da Folha é mentirosa, como se a notícia tivesse apenas o intuito de perseguir o prefeito Kiko Teixeira.
 
O que os “pensadores” do prefeito não avaliaram é que estavam mexendo com pessoas sérias, gestores públicos comprometidos com a saúde da sua população, fizeram apenas marketing de um serviço primordial para as mulheres.
 
Mas como toda forma de encobrir a verdade acaba sendo desmascarada, no final da tarde de ontem, a Prefeitura de Mauá restabeleceu a verdade. O município não se negou a repassar a referência dos partos para o Hospital São Lucas, simplesmente, aguarda a reunião com o Governo do Estado de São Paulo para definir o pode ser feito, fala inclusive, já posta pela secretária de Saúde de Rio Grande da Serra.
 
Proibir as mulheres de Rio Grande de realizarem seus partos na Estância, já que a referência é Mauá, pode até ser administrativamente discutida se não fosse um detalhe: O atual prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira, foi titular em Rio Grande da Serra e durante a campanha de 2016, listou os seus feitos naquela cidade para chegar ao Paço, e nesses feitos, não existiu nada igual ao que determinou a proibição dos partos no São Lucas. Fica para o currículo!
 

Filtre matérias de Editorial em:

  • Ribeirão Pires
  • Rio Grande da Serra
  • São Paulo
  • Mauá
  • +21
    +22°
    +16°
    Ribeirao Pires
    Terça-Feira, 24