Política

Prefeitura de RGS altera pagamento de servidores públicos em janeiro

Em Ribeirão Pires, servidores aguardam crédito do cartão alimentação

Mudança de gestão afeta fechamento de folha de pagamento

Imagem:Foto: Reprodução

Por Marília Gabriela

A Prefeitura de Rio Grande da Serra anunciou mudanças no calendário de pagamentos dos servidores públicos no mês de janeiro. 

Os profissionais que recebem seus vencimentos até o quinto dia útil de cada mês estão sendo notificados pela Administração Municipal sobre a possibilidade de atraso nos pagamentos. 

Em nota, o Paço informou que ao tomar conhecimento sobre os dados cadastrados no sistema de pagamento, foi constatado que diversos ítens estavam desatualizados, sendo este um dos motivos pela inviabilidade do fechamento da folha de pagamento dentro do prazo.

A Administração ainda constatou uma falha no sistema bancário que foi somada ao déficit de recursos  para o pagamento integral dos salários.

Segundo a Prefeitura, a previsão é que até a próxima semana os pagamentos sejam realizados. Os dados serão corrigidos para que o erro não se repita.

 

Atraso em crédito do cartão alimentação em RP

 

Até agora os servidores públicos municipais de Ribeirão Pires estão no aguardo do crédito do Cartão Alimentação. O vale, no valor de R$ 206, teria que ser pago até o dia 10 de cada mês. Enquanto o dinheiro não sai, o jeito é driblar os transtornos e economizar.

O cartão é disponibilizado gratuitamente a todo servidor, com inúmeras vantagens, como forma de facilitar compras em estabelecimentos credenciados no município, como restaurantes e supermercados. Contudo, a Prefeitura informou que devido a troca de gestão entre os representantes da Secretaria de Finanças, foi necessária uma mudança nas assinaturas bancárias. Com isso, o pagamento do Cartão Servidor será creditado até esta quarta-feira (13).

Na última semana, o novo secretário de Finanças de Ribeirão Pires, Eduardo Pacheco, utilizou as redes sociais para informar que os professores que atuam nas 33 escolas do município ainda não receberam o pagamento das férias referentes ao mês de dezembro. 

“Para a nossa surpresa, a antiga gestão não tinha o provisionamento deste valor financeiro para o pagamento [das férias]. Então, tivemos que fazer um novo formato financeiro e contábil para garantir o pagamento [em um novo prazo]”, disse o secretário.

Segundo ele, o Paço se compromete em depositar as férias aos profissionais da Educação até 20 de janeiro. 

Vale lembrar que a categoria entrou em recesso no dia 18 de dezembro, com o fim do ano letivo. Contudo, o pagamento do benefício permeneceu em aberto.

Ainda em vídeo, o secretário  reforçou que nenhum professor deixará de receber as férias, e que o pagamento será feito o quanto antes.

Mais lidas agora

Últimas em Política