Cidades

Prefeituras implantam 'drive thru' da vacinação, mas vacina acaba

Prefeituras adotaram medidas de segurança contra o Coronavírus durante ação, porém doses da vacina foram insuficientes

Em Ribeirão Pires a ação está sendo realizada no Complexo Ayrton Senna

Imagem:Foto: Divulgação

Por Marília Gabriela

Teve início nessa segunda-feira, dia 23, a campanha de vacinação contra a influenza para idosos (acima de 60 anos) e profissionais da saúde. Em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, as Prefeituras estruturaram esquema especial para fazer a imunização. As doses enviadas pelo Ministério da Saúde, 5 mil para Ribeirão e 1.500 para Rio Grande, não foram suficientes para atender a demanda, que foi grande durante todo o dia. Todas as vacinas disponíveis foram aplicadas até o meio da tarde dessa segunda-feira. As Prefeituras estão solicitando o envio de mais doses para atender a demanda do público prioritário nessa primeira etapa da campanha.

Como forma de prevenir a disseminação do Coronavírus, a Prefeitura de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra implantaram na última segunda-feira (23) posto ‘drive thru’ de vacinação contra a influenza para a imunização de moradores idosos (acima 60 anos) e profissionais da saúde. A ação teve como objetivo evitar filas e grandes aglomerações de pessoas.Em todos os postos especiais, as pessoas não precisarão descer do carro para receberem a dose da vacina.

Ribeirão Pires implantou o “drive-thru” em frente à Secretaria de Esportes da cidade, no Complexo Ayrton Senna – Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193, região central. A Prefeitura de Rio Grande instalou o equipamento de vacinação na Praça da Bíblia, no Centro.

Consórcio

Em reunião por meio de videoconferência do Consórcio Intermunicipal Grande ABC realizada nesta segunda-feira (23/3), às 18h, com os prefeitos Paulo Serra (Santo André), Orlando Morando (São Bernardo do Campo), José Auricchio Júnior (São Caetano do Sul), Lauro Michels (Diadema), Adler Teixeira - Kiko (Ribeirão Pires) e Gabriel Maranhão (Rio Grande da Serra e presidente da entidade regional), foi discutida a insuficiência de entrega de vacinas contra a gripe aos municípios, por parte dos governos federal e estadual, para atendimento da população do Grande ABC.

Na região foram entregues 107 mil doses – 30.000 para Santo André, 30.000 para São Bernardo do Campo, 13.000 para São Caetano do Sul, 12.500 para Diadema, 15.000 para Mauá, 5.000 para Ribeirão Pires e 1.500 para Rio Grande da Serra –, todas já aplicadas no primeiro dia de vacinação; sendo insuficientes para atendimento da população idosa da região, que totaliza 432.000 idosos.

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC encaminhará ofício à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e ao Ministério da Saúde solicitando as doses necessárias para a região. Assim, as prefeituras municipais suspenderão a vacinação, até a entrega do segundo e terceiro lote de vacinas, pelos governos federal e estadual.

Tão logo os municípios receberem mais doses da vacina contra a influenza, o “drive-thru” seguirá atendendo os moradores, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Além do “drive-thru”, a vacinação em Ribeirão está sendo realizada em nove Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Família de Ribeirão (USFs), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A única exceção será a UBS Central. Por questões de segurança, dentro das medidas de combate ao coronavírus, as doses da vacina para essa unidade estão sendo aplicadas na Câmara Municipal da cidade.

Já Rio Grande da Serra optou em vacinar as pessoas por ordem alfabética e em cada dia, assim que chegar a vacina, serão aplicadas doses de acordo com a letra inicial do nome.

Mais lidas agora

Últimas em Cidades