Editorial

Saber a eficiência das ações

Da Folha de Ribeirão Pires

Que os prefeitos e o governador do Estado de São Paulo não estão medindo esforços para convencer as pessoas a ficarem em casa durante essa crise sanitária pela qual o mundo vem atravessando, evitando assim a proliferação acelerada da Covid-19, não resta a menor dúvida.

Agora, se tais atitudes são certas ou erradas? Exageradas ou não? Aí é outra discussão.

O importante são as ações para evitar tal velocidade na contaminação.

Agora, será que tais ações estão realmente convencendo as pessoas a ficarem em suas casas?

As Prefeituras de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra buscam reforçar ações de prevenção para  conscientizar  a população sobre a necessidade de aderir ao isolamento durante a pandemia.

Até o momento o SIMI - Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo do Estado de São Paulo só foi implantado em Ribeirão Pires, por esta razão a Prefeitura de Rio Grande da Serra ainda não registrou dados estatísticos sobre nível de isolamento social na cidade.

A central de inteligência do SIMI-SP analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas.  

Enfim, sem dados claros, científicos, de que as políticas desenvolvidas nesta crise estão dando resultado, fica difícil saber se estamos remando para o lado certo ou se estamos remando contra a maré.

Mas uma coisa é certa: algo tem de ser feito para evitar novas mortes.

Mais lidas agora

Mais Editorias